COMUNICADO REALIZADO NO SITE DO CONSELHO FEDERAL …

COMUNICADO REALIZADO NO SITE DO CONSELHO FEDERAL DE ODONTOLOGIA: Toxina Botulínica Justiça extingue processo que proibia dentistas de aplicarem toxina botulínica para finalidade estética Acolhendo argumentos feitos pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), o juiz Ivan Lira de Carvalho, titular da 5ª Vara da Justiça Federal de Natal (RN), extinguiu o processo que limitava cirurgiões-dentistas de aplicarem toxina botulínica, popularmente conhecida como “botox”. A decisão do magistrado foi proferida nessa quinta-feira, dia 27. Na prática, sem exame de mérito, o magistrado extinguiu o processo judicial pelo qual, por meio de medida liminar (decisão provisória), suspendeu os efeitos da Resolução nº 176/2016. No entendimento do juiz federal, o processo não pode tramitar na 5ª Vara Federal da Seção Judiciária de Natal, como também defendeu em parecer emitido recentemente o Ministério Público Federal (MPF). Ao se manifestar sobre a decisão, o presidente do CFO, Juliano do Vale, reforçou que os cirurgiões-dentistas têm autorização legal e competência profissional para a utilização da toxina botulínica e de preenchedores faciais para fins odontológicos, amparados pela Lei nº 5.081/66 e com base em resoluções do CFO. “Os cirurgiões-dentistas têm competência legal para utilizar a toxina botulínica e os preenchedores faciais em tratamentos odontológicos”, ratificou o presidente do conselho.
👉 NÃO COLOQUE SUA GRAVIDEZ EM RISCO 👶 …

👉 NÃO COLOQUE SUA GRAVIDEZ EM RISCO 👶 …

👉 NÃO COLOQUE SUA GRAVIDEZ EM RISCO 👶 A gravidez é um momento especial e de transformações no corpo da mulher. A partir do momento da concepção, todo o organismo feminino busca recursos para abrigar e nutrir a nova vida. A saúde vai exigir cuidado redobrado e deve fazer parte do pré-natal o acompanhamento odontológico. Problemas na boca interferem no bom funcionamento do organismo e também podem colocar em risco a gestação. 📖 Estudo realizado em 2015 pela Universidade Federal de Juiz de Fora (MG), acompanhou 88 mulheres durante a gravidez, sendo detectado que 83% delas apresentaram no período algum problema periodontal , como inflamação ou infecção na gengiva. E o motivo para isso é que a mulher quando está grávida produz maior quantidade dos hormônios estrogênio e progesterona que irá para a placenta. Nos tecidos periodontais, existem receptores específicos para os hormônios femininos. Com o aumento da taxa hormonal, começam a ocorrer mudanças como a vasodilatação e o aumento da resposta inflamatória. Além disso, os enjoos e vômitos frequentes aumentam a acidez bucal e favorecem o desenvolvimento de bactérias. Isso significa que a gravidez potencializa os problemas periodontais já existentes, mas não quer dizer que são causados pela a gestação. 🦠 “As doenças irão aparecer se a alimentação for ruim, a higiene inadequada, se houver acúmulo de placa ou tártaro nos dentes. Quando não cuidamos da gengivite no estado inicial, as bactérias tornam-se mais fortes e numerosas e conseguem se infiltrar além da gengiva, vão para o osso e ligamentos que sustentam os dentes, causando a periodontite”, explica a diretora de promoção da saúde da ABO Nacional, odontopediatra e especialista em Ortopedia Funcional dos maxilares, Amélia Mamede. 🦷 “A medicina desenvolveu pesquisas comprovando que os focos de infecção de origem odontológica, principalmente a periodontite, podem aumentar as chances de parto prematuro e nascimento de crianças com baixo peso. O corpo humano é inteligente e a sua maior preocupação no momento da gestação é salvar a vida. A gravidez é toda regulada por hormônios e sinais químicos produzidos pelo corpo da mãe. Qualquer infecção ou inflamação pode causar alteração hormonal. O corpo, para defender o bebê, induzirá ao nascimento prematuro e por consequência o baixo peso”, explica Amélia. 📺📻📄📚 Estar bem informada sobre a própria saúde bucal e como isso interfere na gestação e na dentição do bebê é o ideal, pois a preocupação com a saúde dos dentinhos da criança deve começar quando ela ainda está no ventre da mãe. É a partir da sexta semana gestacional e quarto mês de vida intrauterina que a dentição e o paladar começam a se desenvolver. Por isso, são nessas fases que a mãe determina o comportamento que o filho terá no futuro. A formação e desenvolvimento dependem de fatores externos relacionados à gestante. 🥕🍎🍠 Carência nutricional, infecções e algumas medicações podem influenciar para uma má formação e mineralização dos dentes. O cálcio e o fósforo são fornecidos ao bebê pela alimentação da mãe e não retirados de seus dentes e ossos. E para suprir as necessidades do feto, a grávida deve optar por alimentos ricos nestes minerais como queijo, leite e peixe. Assim, uma dieta equilibrada - rica em fósforo, cálcio e vitaminas A, C e D - nutre o bebê e proporciona um desenvolvimento saudável. 🔬🧪 “Em uma gravidez planejada, a mulher realiza inúmeros exames para saber se está apta para uma gestação saudável, sendo que a visita ao odontologista também deve fazer parte dessa rotina. Adotar essa prática evita complicação em um momento tão especial da vida feminina. A periodontite na gestação é um assunto muito sério, que deve ser discutido em consultório. E, após a gestação, é imprescindível que o acompanhamento odontológico permaneça, o que deve ser estendido também ao bebê”, orienta Amélia Mamede. 😁 Fonte: Jornal da ABO, ed. 163
😁😁😁😁A Maxilaris Odontologia agradece a …

😁😁😁😁A Maxilaris Odontologia agradece a …

😁😁😁😁A Maxilaris Odontologia agradece a confiança e reconhecimento em nosso trabalho em 2018 e deseja a todos pacientes e amigos, votos de um feliz 2019 com muita paz, felicidade e cheio de motivos para sorrir!😁😁😁😁😁😁
FELIZ DIAS DAS MÃES …

FELIZ DIAS DAS MÃES …

FELIZ DIAS DAS MÃES Nossa homenagem, com muito amor e carinho quem nos ensinou o verdadeiro significado da palavra amor.
😬 TRATAMENTO DO BRUXISMO 😬 …

😬 TRATAMENTO DO BRUXISMO 😬 …

😬 TRATAMENTO DO BRUXISMO 😬 👉 O bruxismo é o apartamento dos dentes, acompanhado do ranger dos mesmos. Geralmente é resultado de fatores relacionados com o stress, nervosismo e ansiedade. Os sinais e os sintomas do bruxismo além do desgaste dos dentes, dores na musculatura facial, de cabeça e as vezes de ouvido, que vão aumentando com o passar do tempo e deixando a vida da pessoa muito desconfortável. 😔😔 🌛🌟 Como o bruxismo é um hábito noturno e ocorre durante o sono da pessoa, ela não se dá conta que está rangendo os dentes e quem levanta a primeira suspeita é a pessoa que live junto e escuta o barulho noturno do ranger dos dentes. Em casos mais sérios o paciente chegar a desgastar seus dentes pela metade. O tratamento para o bruxismo é um tratamento MULTIDICIPLINAR, isto é, pode ser tratado pelo dentista, por um psicólogo e por um neurologista. 👨‍⚕️👩‍⚕️👨‍🔬 O dentista poderá evitar que o paciente desgaste ainda mais seus dentes confeccionando um aparelho em resina acrílica que é instalado em um arco dental para o paciente colocar quando for dormir a noite ( plaquinha miorrelaxante). Esse dispositivo também pode ajudar a relaxar a musculatura facial e trazer mais conforto ao paciente. Um psicólogo também deve ser consultado para ajudar ao paciente diminuir os fatores de stress, nervosismo e ansiedade. A diminuição desses fatores, com certeza resultarão em uma diminuição do bruxismo. 🤗🤗🤗 A medicação antiinflamatória, analgésica e relaxante também é indicada, mas somente em momentos mais avançados do bruxismo.
TRATAMENTO DE CANAL …

TRATAMENTO DE CANAL …

TRATAMENTO DE CANAL O tratamento de canal precisa ser feito quando há inflamação na polpa do dente. Uma inflamação na polpa dental pode ser revertida. Nesses casos, a dor é provocada por estímulos térmicos, como por exemplo, na ingestão de alimentos gelados. Porém, quando esse tratamento envolve a parte da polpa que fica localizada dentro da raiz do dente e a dor aparece de forma espontânea, a famosa “dor de dente”, é necessário que esse paciente passe pelo tratamento de canal propriamente dito. Uma outra indicação do tratamento de canal é quando a polpa dental se apresenta necrosada na qual há infecção por bactérias. Em casos agudos, pode existir dores fortes/espontâneas acompanhadas ou não de inchaço. Quando um dente escurece de forma isolada na boca, pode ter relação com a necrose do dente. Nesse caso, trata-se o canal do dente em questão e realiza-se o clareamento unitário para devolver a estética do dente escurecido.
IMPLANTES DENTÁRIOS EM PACIENTES DIABÉTICOS …

IMPLANTES DENTÁRIOS EM PACIENTES DIABÉTICOS …

IMPLANTES DENTÁRIOS EM PACIENTES DIABÉTICOS Pessoas que possuem diabete melito podem se submeter a um tratamento com implantes dentários?🤔🤔 Essa dúvida é uma dúvida muito comum e a resposta é...Pode, desde que esteja compensada! 😁😁 👉 Quando uma pessoa possui um alto teor de glicose no sangue, isto é, acima de 120 mg/dl, dizemos que esta pessoa está diabética. Se a glicemia da pessoa estiver até 120mg/dl ela está compensada.👏👏👏👏👏👏 O paciente diabético é um paciente como qualquer outro, que apenas requer cuidados adicionais por parte do especialista.👍 ☝️Pacientes diabéticos são mais propensos ao desenvolvimento de infecções por alteração na função dos leucócitos (células de defesa do nosso organismo), portanto uma dose maior inicial de antibióticos (antibioticoterapia profilática) na realização dos implantes deve ser considerada. ✌️Outro cuidado que o profissional deve ter com o paciente diabético é a possibilidade de complicações na cicatrização das feridas, pois se a diabetes não estiver controlada, teremos um atrazo na cicatrização. O controle dos níveis de glicemia é importante tanto no pré-operatório, como durante o tratamento, como no pós-operatório na manutenção dos implantes na boca.🤔🤔 ⭐ A maioria dos estudos clínicos indicam que a Diabete não é um contra-indicação para instalação de implantes e sim uma condição que requer um controle dos níveis glicêmicos. Dr. Renato Jordão Residência em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial Especialista em Implantes Dentários
Seus dentes podem não ser naturalmente bem …

Seus dentes podem não ser naturalmente bem …

Seus dentes podem não ser naturalmente bem branquinhos, mas muita gente acredita que, fazendo clareamento dental, consegue alcançar um sorriso perfeito. Devido ao passar dos anos, hábitos e alimentação, seu sorriso tende a ficar mais amarelado e manchado. O branqueamento se torna a melhor opção nestes casos. Antes de tomar qualquer atitude é importante esclarecer qualquer dúvida sobre a técnica. Aqui vão alguns mitos e verdades deste tratamento que você precisa saber. QUALQUER PESSOA PODE FAZER CLAREAMENTO DENTAL? Mito. Rodrigo conta que todo paciente, a princípio, pode se submeter ao clareamento. No entanto, existem algumas contraindicações que acabam comprometendo a técnica em certas pessoas. "Ele não deve ser realizado em gestantes e lactantes, pessoas com restaurações amplas, pacientes com sensibilidade dentária, irritação gengival severas, fumantes inveterados e pacientes com condições pré-cancerígenas", esclarece. Apesar do branqueamento ser uma técnica amplamente utilizada, o dentista deve estar atento na avaliação de cada caso. O CLAREAMENTO FEITO NO CONSULTÓRIO É MAIS EFICAZ? Parcialmente verdade. Cada técnica tem suas vantagens e desvantagens."O tratamento no consultório produz resultados rápidos, através do uso de um agente com alta concentração. Porém, durante a técnica, isolamos os dentes do meio bucal e do contato com a saliva". O profissional diz que isso causa uma desidratação temporária do dente, ficando mais branco, o que disfarça o real resultado. Por isso exige a repetição do tratamento. O clareamento caseiro apresenta resultados mais estáveis, porém mais lentos. "A associação das técnicas combina o melhor dos dois procedimentos com um ganho de tempo e aumento da segurança, aliando as vantagens do tratamento no consultório com o caseiro". QUEM FAZ CLAREAMENTO DEVE EVITAR CERTOS ALIMENTOS? Verdade. "O uso de algumas substâncias deve ser evitado em excesso, especialmente durante o tratamento clareador". O grande destaque vai para os alimentos com forte coloração como beterraba, chocolate e algumas bebidas como café, achocolatados, refrigerantes, vinhos tintos e sucos com adição de corantes. Lembre-se que também é preciso acabar com os maus hábitos nesse período. Então, nada de cigarro e bebidas alcoólicas com pigmentação. O CLAREAMENTO DENTAL SENSIBILIZA OS DENTES? Mito. Durante o processo de clareamento você pode até sentir aumento da sensibilidade ao frio, mas, atualmente, o gel clareador utilizado nos tratamentos possui agentes que minimizam a sensibilidade. "Quando ocorre alguma sensibilidade durante o tratamento o dentista pode utilizar fluorterapia, dessensibilizantes de consultório e pastas dentárias especificas para sensibilidade com excelentes resultados", tranquiliza. O CLAREAMENTO DENTAL PODE DURAR ANOS? Parcialmente verdade. Isso vai depender do comprometimento da paciente. Rodrigo conta que tem visto, ao longo da sua experiência clínica, que a cor original do paciente não volta ao estado prévio do clareamento. "Pode ocorrer de novas manchas surgirem com o passar dos anos, alterando a cor obtida no clareamento em um tom". Mas isso acontece se o paciente consumir, de forma frequente, alimentos, bebidas, medicações ou quaisquer substâncias que provoquem pigmentação nos dentes. Contudo, um reforço do branqueamento resolve facilmente essas alterações de cor.